Buquê de Noiva | Conheça os estilos e descubra qual combina com você

Eu sei que sempre digo por aqui ~ e nas redes sociais do Casório ~ que casamento deve ter a cara dos noivos e isso inclui não se sentir obrigado a usar ou ter nada no grande dia. Maaas, devo admitir que o buquê é um daqueles itens MUST HAVE, sabe?! Parece que falta alguma coisa quando a noiva caminha pelo corredor principal sem segurar um adorno na mão.

Ainda assim, você, noiva, não precisa se sentir pressionada a usar um “padrão” de buquê. Felizmente, temos uma variedade incrível de estilos. E hoje minha missão é apresentar um pouquinho de cada um deles para que, aí sim, você possa descobrir qual combina mais com você e com a proposta do seu grande dia.

.

Antes de definir seu estilo preferido de buquê, lembre-se que tudo precisa estar em harmonia e com esse acessório não é diferente. O buquê precisa estar em equilíbrio e ser escolhido de acordo com sua estatura e biotipo para que ele não acabe “te escondendo”.
Verifique as flores disponíveis na estação do seu casamento antes de começar as pesquisas por inspirações para não se frustrar!
Peça uma ajudinha ao seu decor e/ou florista para fazer suas escolhas porque eles vão saber te orientar!
Escolha uma composição de flores diferente da decoração (mas em harmonia) para que seu buquê não pareça mais um arranjo da festa.
Ainda não escolheu o profissional que fará seu buquê? Amo o trabalho da Lu e da Fê e indico sem medo de ser feliz porque elas são demais! Clique aqui para conhecer mais sobre elas!

.

> Buquê Simétrico ou Redondo

Esse é o mais tradicional dentre os estilos de buquê. Mais certinho e redondo, ele não costuma ter muitas folhas e as flores podem variar ou seguir o mesma espécie.

.Buquê

> Buquê Cascata

Como o próprio diz, esse estilo de buquê dá a impressão que as flores formam uma cascata. Normalmente, essa opção costuma ser a maior de todas e, por isso, é preciso que você pense com bastante cuidado na hora de escolher para que não fique muito desproporcional.

.

> Buquê Braçadeira

Esse estilo de buquê é carregado diferente dos demais, por isso o nome “braçadeira”. Ele costuma ser levado pela noiva no braço. Bem despojado, esse é o estilo de buquê que passa aquela mensagem de “acabamos de colher” que muitas noivas amam. Isso porque, ele tem muitas folhagens e as flores permanecem com os caules grandes. Super combina com noivas apaixonadas por casórios mais despojados, como o estilo boho.

.

> Buquê Desconstruído ou Assimétrico

Outro estilo de buquê que pode fazer você se apaixonar, principalmente se você é do estilo de noiva que não curte tudo muito certinho, é o desconstruído – também conhecido como assimétrico. Com folhagens, flores diversas e sementes, a regra desse estilo é justamente não seguir regras. Combina com casórios rústicos, bohos, descolados…

.

> Hoop Bouquet

Como o próprio nome diz, o hoop – que em inglês significa aro ou argola – bouquet é justamente a aplicação de flores e folhas a um aro, que pode ser de metal ou madeira. Ou seja, nada de segurar o buquê pelo caule das plantas. A proposta virou tendência em 2017/2018 e aí vai o gosto das noivas que querem sair do tradicional. Quando não usado por elas, o hoop bouquet também pode ser uma ideia interessante para madrinhas ou daminhas.

Se interessou pela ideia? Já falei mais sobre ela aqui no blog.

.

> Flor Única

Sim, essa também é uma proposta de buquê de noiva. Nesse caso, se usa apenas uma flor. Para ficar harmonioso e equilibrado com o look da noiva, a ideia é que a flor seja grande. O estilo combina bastante com casórios no campo ou na praia por transmitir leveza e descontração.

.

> Buquê Sem Flores

Sim, é possível ter um buquê sem flores. A ideia combina muito com casamentos alternativos/ temáticos ou para quem quer guardar o buquê como uma recordação do grande dia sem precisar desidratá-lo ou usar outras técnicas necessárias para as flores de verdade. Pode ser feito de broches, tecidos, penas e plumas, origamis… A criatividade é seu guia!

.

Você sabia?

A tradição dos buquês não é nova! Ela começou na Grécia Antiga. As noivas levavam ramos de ervas e alho para afastar o mau-olhado e para atrair bons fluidos. Já na Idade Média, as mulheres que iam casar faziam o caminho a pé até a igreja e, durante o percurso, recebiam flores, ervas e temperos, o que lhes trariam felicidade. A Europa deu um toque mais sofisticado ao elemento. No século XIX, chegou-se a acreditar que colocar açúcar no ramo de flores era a receita para manter o temperamento doce das noivas. Também existe a crença de que, ao final da cerimônia, quando a noiva jogar o buquê, a mulher que pegar vai ser a próxima a casar!

E aí, já escolheu seu estilo ideal? Espero ter te ajudado nessa missão! Quer mais inspirações? Tem um monte delas lá no nosso perfil do Pinterest. Corre lá pra conferir! 

.

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *